Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

10.04.17

Boletim Paroquial Voz Jovem: janeiro-março 2017

mpgpadre

A vida da comunidade também se faz de memória agradecia. O Boletim Paroquial serve para fixar momentos, recordar celebrações, sublinhar vivências, desafiar a novos compromissos.

Este trimestre destaque para a Festa da Apresentação de Jesus, bênção das crianças e de mulhers grávidas; festa do Pai-nosso em Dia do Pai; Vigília de oração pelos doentes; GJT no cinema; Visita aos Doentes, conferência da Irmã Ângela Coelho em Moimenta da Beira, por ocasião do Centenário das Aparições.

Texto e fotos, para recordar, para guardar, para fazer memória, para preservar... e continuar a viver, a participar, a gastar a vida com e pelos outros, como Jesus.

vj_janeiro_março_2017.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:

02.11.16

Boletim Paroquial Voz Jovem: julho-setembro 2016

mpgpadre

De regresso, ainda a compensar o atraso verificado na edição anterior, o Boletim Paroquial Voz Jovem, da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, abrangendo o trimestre julho a setembro de 2016, pelo que as notícias incluídas abrangem a vida da comunidade até ao último dia de setembro, dia em que o Senhor chamou a Si a D. Evinha, pelo que é o último tema desta edição, a homenagem à D. Evinha. Como a impressão do jornal foi posterior, foi possível incluir a texto do Grupo de Jovens de Tabuaço proferido no funeral da D. Evinha, no dia 1 de outubro de 2016, na Paróquia de Santa Eufémia de Pinheiros.

O Boletim deste timestre faz também eco da presença da Cruz da Evangelização que passou na Paróquia de Tabuaço nos dias 17 e 18 de junho; o Dia da Família Diocesana, na Lapa no passado 25 de junho; a celebração do Crisma, no dia 16 de julho; a 3.ª Peregrinação ao recinto de Nossa Senhora da Conceição e presença, no mesmo dia, do GJT na Santa Casa da Misericórdia de Tabuaço.

vj_julho_setembro_de_2016-2.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:

03.11.15

Tabuaço: Boletim Paroquial Voz Jovem: julho-setembro 2015

mpgpadre

Com algum atraso, mas aí está mais uma edição do Boletim Paroquial da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Tabuaço, dedicado a momentos e celebrações mais importantes que atravessam o trimestre a que diz respeito. Sublinhado para a Visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima à Diocese de Lamego, entre os dias 26 de julho e 9 de agosto, em concreto à Zona Pastoral, e à Paróquia de Tabuaço, nos dias 2 e 3 de agosto. Oportunidade de mais uma vez agradecer a todos os que se envolveram para acolher com fidalgia e comoção a Virgem Peregrina.

Mas há outros destaques importantes para a comunidade paroquial tais como a celebração do Sacramento do Crisma, no passado dia 4 de julho, ao qual presidiu D. António José da Rocha Couto, Bispo da nossa mui nobre Diocese de Lamego; a Primeira Comunhão para os meninos do 3.º Ano da Catequese, no passado dia 17 de junho, a participação do GJT (Grupo de Jovens de Tabuaço) em algumas atividades na paróquia, na Zona Pastoral, na Diocese de Lamego.

vj_julho_setembro.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:

11.06.15

Grupo de Jovens de Tabuaço no XII Festival Diocesano Jovem

mpgpadre

DSC02991.JPG

O Grupo de Jovens de Tabuaço (GJT), desde há 4 anos, em quatro edições consecutivas, participa no Festival Diocesano da Canção de Mensagem, promovido e coordenado pelo SDPJ de Lamego, com o fito de...

  • Incentivar a criação poético-musical, partindo dos valores cidadania e humano-cristãos;
  • Promover a canção religiosa como valor na evangelização e no quotidiano dos jovens;
  • Possibilitar o encontro e o convívio são e construtivo entre os jovens da Diocese de Lamego.

Como ao longo dos anos, antes do Festival a reunião para validar a participação, verificando se haveria condições e circunstâncias que permitissem levar uma nova canção. No caminho alguns contratempos quanto a disponibilidades mormente quanto a instrumentivas. Foram escolhidas as vozes - Márcia Alexandra, Cláudia Canelas, Mara Longa, Letícia Cardoso - sabendo-se da qualidade de outros elementos, lembrando que no coral da última Jornada da Juventude, em Cabaços, 13 elementos do Grupo colaboraram para que os cânticos da Eucaristia fossem uma ajuda preciosa à celebração. Ficaram reservados três lugares para os instrumentistas. Por outros compromissos assumidos, no final a disponibilidade do Grupo de Jovens de Tarouca, Arautos da Alegria, que viriam a ganhar o prémio para o melhor instrumental, e que nos permitiram mais uma presença no Festival Jovem, que se realizou no Teatro Ribeiro Conceição, em Lamego, no sábado, dia 6 de junho.

11403451_840890982656586_763334378182682954_n.jpgPara aplaudir os participantes, especialmente o GJT, que de forma dedicada, humilde e generosa, nos deixaram agradecidos pela belíssima performance, que viria a ser premiada com o 2.º Lugar, logo depois do Grupo de Jovens da Sé. 8 grupos participaram, respondendo de forma brilhante e competente aos desafios do SDPJ de Lamego.

DSCF6167.JPG

Durante todo o dia, os diversos jovens participantes estiveram envolvidos em atividades lúdicas, formativas, desenvolvendo o tema do Festival e do Ano Pastoral Juvenil "Felizes os puros de coração...", cujo trabalhos permitiu construir um cubo com os pecados, para em conjunto, desafiando o que mata pudessem, todos, construir Jesus Cristo.

DSC03183.JPG

 Além das imagens, vídeo com a interpretação dos nossos jovens.

08.06.15

Tabuaço: Boletim Paroquial Voz Jovem: abril-junho 2015

mpgpadre

A edição do Boletim Voz Jovem, de abril a junho centra-se sobretudo na vivência da Semana Santa 2015. Nesta nossa opção, a cores, impresso em papel de qualidade, fotos de diversas celebrações e momentos. Destaque também para o Fátima Jovem 2015, para a XXX Jornada Diocesana da Juventude, com a participação significativa do GJT, no dia, mas também ao longo de várias semanas nos ensaios de cânticos. A última página dá destaque, na notícia e nas imagens à Profissão de Fé, com mais algumas Fotos da Páscoa.

VJ-abril_junho_2015.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:

01.04.15

Caminhada Quaresmal 2015: início da Semana Santa

mpgpadre

DOMINGO DE RAMOS NA PAIXÃO DO SENHOR

Texto da Caminhada Quaresmal, nas paróquias de Pinheiros e de Tabuaço, assinalada por um gesto/símbolo, sublinhando um aspeto do Evangelho do respetivo domingo. Em Domingo de Ramos na Paixão do Senhor, a Cruz, expressão do Amor de Deus manifestado em Jesus Cristo. Em Tabuaço, a capa e a cruz... em Pinheiros, a Cruz.

DSCF4550.JPG

 (Paróquia de Pinheiros)

DSCF4535.JPG

 (Paróquia de Tabuaço)

 

Com o Domingo de Ramos iniciamos a Semana Maior dos Cristãos, mistério pascal da morte e ressurreição de Jesus, Amor divino que nos assume na nossa fragilidade humana, na nossa caminhada pela história e pelo tempo.

 

CAPA – No primeiro momento, a entrada triunfal de Jesus na cidade santa de Jerusalém. À passagem de Jesus, várias pessoas lançam capas e ramos ao chão, reconhecendo-O como Messias, o Rei de Israel.

Seguindo o gesto daquela multidão, que saibamos amaciar o chão dos nossos irmãos para que sintam mais suaves as pedras que encontram pelo caminho. Podemos não evitar os tropeços ou os obstáculos, mas podemos estender a capa e a mão que os outros caminhem confiantes.

 

CRUZ – Quando Eu for levantado da terra, atrairei todos a Mim.

A Cruz é o sinal maior do amor de Deus que Se mostra em Jesus. Amor levado às últimas consequências, até à última gota de sangue. 

Que cada um de nós, atraído por tão grande amor, atraído pela Cruz de Jesus que nos abraça, possa tornar-se discípulo missionário, acolhendo a Mensagem e a Vida de Jesus, que nos é dada, e anunciando a todos a alegria do Evangelho.

A Cruz abarca a nossa história por inteiro. O AMOR de Deus que se firma na terra e se levanta, levantando-nos para a amizade com Deus e com os que seguem o caminho connosco.´

Professemos a nossa Fé:

Creio em Um só Deus…

18.03.15

Dentro do Coração de Jesus cabe cada um de nós

mpgpadre

4.º DOMINGO DA QUARESMA

Texto da Caminhada Quaresmal, nas paróquias de Pinheiros e de Tabuaço, assinalada por um gesto/símbolo, sublinhando um aspeto do Evangelho do respetivo domingo. Neste domingo, a certeza clara que Jesus veio para que o mundo seja salvo por Ele. Deus amou tanto o mundo que lhe entrega o Seu Filho Unigétio (cf. Jo 3, 14-21). Gesto: um Coração, o Coração de Jesus.

DSCF4354.JPG

(Paróquia de Tabuaço)

DSCF4352.JPG

 (Paróquia de Pinheiros)

 

 
       Deus é Amor.
       Só quem ama conhece a Deus.
       Amar é a maior tarefa do ser humano. Quem não for capaz de amar e de ser amado, nunca descobrirá a beleza da vida e a possibilidade de se encontrar com Deus.
       Só o amor nos liberta das garras da morte, do medo e da solidão, do egoísmo e da injustiça.
       O pior que nos pode acontecer não é morrer. O pior é não amar. Não ser amado. Morremos antes de morrer. A solidão é uma das doenças mais endémicas do nosso tempo. Viver só. Sentir-se só. Sentir-se abandonado, incompreendido, sem um olhar que nos acolha como irmãos, sem uma voz que nos faça sentir vivos, sem a escuta que nos reconheça como iguais!
       Viver sem amor é viver sem futuro, sem esperança, sem sonhos para cultivar, sem projetos para construir. 
       Deus é Amor. Só o amor cria. Só o amor clama por esperança, por vida, por futuro.
       Desde o início que por Amor Deus nos chama à vida, nos ampara e envia sinais e mensageiros para nos anunciarem caminhos de salvação.
       Jesus – Deus connosco – vem transparecer este amor. Só o amor nos salva. Jesus é o Amor em carne e osso. Faz-Se um de nós, identifica-Se com a nossa fragilidade e com os nossos sonhos, abre-nos o Seu Coração para que n’Ele o nosso coração seja maior.
       O CORAÇÃO de Jesus é um Coração de carne, cheio de Deus, cheio de amor, que transvasa para nós. Ele não veio para condenar o mundo mas para que o mundo seja salvo por Ele. Deus amou tanto o mundo que nos deu o Seu próprio para filho, assumindo-nos também a nós como filhos bem-amados.
       No coração de Jesus cabemos todos. E todos podemos viver como irmãos se estivermos dentro do Seu coração.
Preparemo-nos para escutar a Palavra de Deus.
Na primeira leitura, a certeza que Deus não Se esquecerá de Jerusalém, não Se esquecerá de nós e, como num sábado permanente, esperará por nós.
Na segunda leitura, o apóstolo São Paulo faz-nos ver a riqueza da misericórdia de Deus. A salvação é dom de Deus, colocado ao alcance da nossa mão.
No Evangelho, a certeza que a vinda de Jesus Cristo tem como propósito a salvação do mundo. Ele é a luz que nos guia para a verdade.
Serenamente escutemos a Palavra de Deus.

11.03.15

Do Templo de Jerusalém ao Templo Novo de Jesus

mpgpadre

3.º Domingo da Quaresma

Texto da Caminhada Quaresmal, nas paróquias de Pinheiros e de Tabuaço, assinalada por um gesto/símbolo, sublinhando um aspeto do Evangelho do respetivo domingo. Neste domingo, tendo em conta a passagem em que Jesus expulsa os vendilhões do Templo (cf. Jo 2, 13-25), dois tijolos, um maior ou mais pequeno, um inteiro, outro partido... no Templo que é Cristo, todos temos lugar...

2015-03-08 12.37.07-2.jpg

(Paróquia de Pinheiros)

DSCF4293.JPG

 (Paróquia de Tabuaço)

 

       «Destruí este templo e em três dias o levantarei»

       Resposta pronta de Jesus àqueles que questionam a Sua autoridade.

       Jesus chegou ao Templo para rezar, para refletir, para Se encontrar com Deus, juntamente com o Povo. Em vez de um espaço agradável de acolhimento, Jesus encontra uma balbúrdia, o Templo transformado numa praça, onde se discute, se compra e se vende, com uns tantos a aproveitar-se da miséria e da fé dos muitos crentes que se aproximam.

       Bem sabemos que uma construção – uma casa, um templo, um jardim – leva o seu tempo e os seus cuidados. Para destruir é mais fácil!

       Quantos dias e quantas horas para que o jardim fique a nosso gosto? Há sempre alguma coisa a acrescentar, a ratificar, a compor! Ervas a mondar, regas a efetuar, proteções a colocar! E de repente, um vendaval, um animal selvagem, um roedor, e é destruído em segundos, o trabalho que demorou tanto a fazer e tantos cuidados ocupou.

       O Templo de Jerusalém demorou 46 anos a construir e bastaram algumas horas para os romanos deitarem por terra o trabalho de milhares de judeus! Daí que os judeus não percebam como é possível a Jesus levantar um novo Templo em três dias?

       «Destruí este templo e em três dias o levantarei».

       Jesus fala-nos de outro templo, fundado na Sua vida e na Sua entrega. Será morto para nos salvar. Três dias depois ressuscitará, dando início a um novo Templo, no Seu Corpo, do qual nos tornamos membros, pelo Batismo.

       Neste Templo cada pedra é importante. Ninguém é substituível, pois todos têm o seu lugar. Muitos membros, mas o mesmo Corpo, a mesma Igreja, o mesmo Templo. Numa construção, os tijolos que não prestam, que têm defeito, que estão partidos, são dispensáveis. Nesta construção, (GESTO: introdução do tijolo… ou um tijolo bom e um meio partido) cada pedra, cada prego, cada tijolo, cada pedaço, é fundamental para a construção do Corpo de Cristo. Se um só tijolo estiver de fora será nossa obrigação repescá-lo para a construção do Reino de Deus.

 

       Senhor Jesus, que neste Templo, que é a Igreja, o Teu Corpo, saibamos ser pedras vivas, acolhendo os que chegam, procurando os que partem, indo ao encontro dos desavindos, para construirmos com mais amor a família de Deus. Amém.

07.03.15

Para lá das nuvens, o sol continua a brilhar

mpgpadre
O texto publicado na última edição da Voz de Lamego (3 de março de 2015) foi em parte utilizado na dinâmica da Quaresma nas Paróquia de Tabuaço e de Pinheiros, no segundo domingo da Quaresma, com a proclamação do Evangelho da Transfiguração de Jesus...

DSCF4226.JPG

(Paróquia de Pinheiros)

DSCF4235.JPG

(Paróquia de Tabuaço)

 

       Ficamos felizes com um dia radiante, cheio de sol e de luz e sobretudo se é em pleno inverno. Há dias em que as nuvens são densas, carregadas, escuras, prontas a cair-nos em cima.

       Assim é connosco, com a nossa vida. Por vezes, os desertos, as cinzas, o sofrimento, a morte, a tristeza, fazem-nos perder o pé. Mas sabemos que não será para sempre.
       O Sol continua a brilhar para lá das nuvens que nos assustam e tiram brilho aos nossos dias.
       Por vezes precisamos apenas de um raio de sol, uma palavra, um sorriso, alguém que nos diga que a nossa vida faz sentido e que as coisas vão melhorar, apesar de tudo. Dias melhores virão.
       Jesus tinha dito aos seus discípulos que ia ser morto (cf. Mc 8, 27-33).
       Os discípulos ficam em desespero. Como é possível que Jesus vá ser morto? Logo agora que encontraram um sentido maior para as suas vidas!
       Jesus mostra-lhes a luz que vem das alturas, mostra-lhes o Céu (cf. Mc 9, 2-10), mas não lhes diz, nem a eles nem a nós, que a vida vai ser fácil daqui para a frente. Não. Diz-lhes que têm que descer da Montanha. Por maiores que sejam as dificuldades, Deus não os abandonará.
       Quando as trevas forem mais densas e o sofrimento mais intenso, lembrar-se-ão deste momento, desta luz, para prosseguirem caminho, pois para lá das nuvens o Sol continua a brilhar, depois das trevas a luz virá, depois da noite o dia surgirá.
       A Quaresma desperta-nos para esse caminho de luz e salvação, de esperança e vida nova. A Quaresma é um tempo limitado (podemos dizê-lo em relação à Páscoa, que se prolonga por 50 dias e em todas as Eucaristias do anos, e em relação à Páscoa definitiva). Logo estaremos a celebrar a Ressurreição de Cristo, a Páscoa.
       É uma primavera de promessas a despontar. O que está encoberto, sob a terra, logo desabrochará; os rebentos morrerão para que nasçam as flores e os frutos. A Páscoa, a vida, a felicidade, Deus, o amanhã, impelem-nos a caminhar, a avançar. Ainda que seja um pequeno vislumbre de luz far-nos-á avançar com mais segurança, até que a luz inunde por completo o espaço em que caminhamos, até que a vida se imponha sobre a morte, a luz sobre as trevas, a alegria sobre a tristeza.
       Transfiguremo-nos com Cristo, para melhor sentirmos a Páscoa!
 
in Voz de Lamego, edição de 3 de março de 2015

22.01.15

Tabuaço: Boletim Paroquial Voz Jovem: out-dez 2014

mpgpadre

Como se costume dizer, tarde é o que nunca chega. Aí está o boletim Paroquial Voz Jovem, referente aos meses de outubro - dezembro de 2014, já distriuído em formato de papel. Como expectável, a primeira página é toda dedicada à Festa da Padroeira, Imaculada Conceição, apostando em algumas fotos expressivas desta celebração, com a presença de toda a comunidade, dos Bombeiros Voltuntárias, que A têm como Madrinha, das Guias e Escuteiros da Europa e de todos os grupos paroquiais.

A última página é toda inteira dedicada à Festa de Natal da Catequese, seguindo a mesma lógica da primeira página, preenchida com fotos deste dia, com os diversos anos da catequese e com o Grupo de Jovens.

Nas páginas centrais vários temas retratados: Bodas de Ouro Matrimoniais, Festa do Acolhimento, Compromisso de Acólitos 2014, Festa da Imaculada Conceição, Festa de Natal da Catequese, Missa do Galo e participação do GJT, Vigília Missionária, em Castro Daire, com a participação do GJT.

vj_out-dez-2014.jpgO Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Relógio

Pinheiros - Semana Santa

- 29 março / 1 de abril de 2013 -

Tabuaço - Semana Santa

- 24 a 31 de abril de 2013 -

Estrada de Jericó

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Velho - Mafalda Veiga

Festa de Santa Eufémia

Pinheiros, 16/17 de setembro de 2012

Primeira Comunhão 2013

Tabuaço, 2 de junho

Profissão de Fé 2013

Tabuaço, 19 de maio