Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

25.06.12

Auroras boreais - espetacularidade!!!

mpgpadre
       Vídeo sobre as auroras boreais, com a recolha de imagens durante 3 anos. O autor é Chad Blakley...

       "O fenómeno da aurora boreal acontece quando partículas que vêm do sol (vento solar) interagem com o campo magnético da Terra, provocando a emissão de luz. Próximo do polo norte o fenómeno é conhecido por autora boreal. Próximo do polo sul aurora austral".

  

02.02.12

33. Por baixo da pele, pulsa a mesma vida, sangue, nervos, carne, energia, células

mpgpadre
Por baixo da pele, pulsa a mesma vida, sangue, nervos, carne, energia, células,...
Não somos apenas um conjunto biológico, material, que sobrevive e vive na saúde dos seus órgãos vitais - ainda que a fragilidade dos mesmos possa pregar-nos algumas partidas e nos lembre que não somos eternos, e nos recorde que o desejo inscrito no coração seja a vida, a preservação da vida, a plenitude da vida ou vida em abundância.
A nossa identidade, como pessoas e/ou como crentes, ultrapassa o que o nosso corpo pode mostrar na sua beleza e na sua fragilidade, na sua robustez e na sua caducidade.
Somos mais do que aquilo que comemos. Somos muito mais do que aquilo que possuímos. Somos muito mais do que aquilo que vestimos. Somos bem mais do que o pecado que nos aprisiona. Somos mais do que as nossas limitações que nos afastam de Deus e dos outros. Somos muito mais, porque Deus nos ama como filhos. Somos muito mais porque trazemos em nós o ensejo do Infinito, trazemos inscrito no nosso peito a busca da eternidade, a busca de Deus.
Antes de nos criar, Deus colocou no nosso coração o seu Espírito que nos atrai, que nos faz querer ser mais, pular, saltar, procurar a felicidade.
O drama: o desejo que transborda em nós, de vida e felicidade, nem sempre nos leva onde nos encontramos com Deus. Muitas vezes a nossa vida diaboliza-se por que O buscamos onde Ele não se encontra.
Ele quis que O encontrássemos no lugar mais recôndito de nós mesmos: o nosso íntimo, o nosso coração, a nossa alma. Do mesmo jeito, nos outros podemos vislumbrar o olhar de Deus. A dupla missão do cristão, do crente, é deixar transparecer em si o rosto de Deus, o rosto de Jesus, e procurar descortinar a beleza de Deus no olhar das pessoas que Ele colocou à nossa beira, a família, os amigos, os membros da nossa comunidade, os/as que encontramos no trabalho, nos caminhos da nossa existência e do nosso tempo, nos lugares de lazer e nos lugares de encontro e oração.
Por baixo da pele, somos mais iguais. Somos da mesma carne, pulsa em nós a mesma vida. Para o crente, a vida que Deus nos dá. Para o descrente (ou não crente), pulsa a vida que liga à humanidade, à história, ao tempo e ao universo.
Por baixo da pele, não somos assim tão diferentes do que aquilo que a aparência da nossa pele, do nosso vestuário ou da nossa riqueza material, da nossa ideologia ou partido, ou da nossa fé, poderá mostrar.
Somos mais iguais, quando a pele do nosso corpo se levanta, quando enruga com o passar dos anos, quando oculta o que vai no nosso interior, pois por fora está luzidia e por dentro pode esconder-se já a debilidade, ou quando nos expõe os sofrimentos que nos destroçam e que também nos irmanam, o sofrimento e a doença não escolhem nem idades, nem pessoas, nem crentes ou ateus, ricos ou pobres. Também aqui somos mais iguais.
Da próxima vez que passar por alguém lembre-se de olhar para esse/essa alguém em que está Deus (se for crente), ou alguém com a mesma garra de viver, mas também as mesmas inseguranças, ainda que possam estar disfarçadas pela presença jovial.
Somos mais iguais, do que por vezes queremos ser, apesar das nossas especificidades, onde também se pode ver a beleza e a grandeza de Deus.
Somos mais iguais, tratemo-nos como iguais, como irmãos, como filhos amados de Deus. Às vezes custa descobrir o olhar de Deus por detrás de um olhar magoado, ferido, por detrás de um olhar fechado, revoltado, amargurado. Por vezes é difícil que em nós se possa vislumbrar o olhar de Deus quando nos tornamos opacos à Sua presença amorosa e à sua beleza.

Por baixo da pele, somos mais iguais, mas também no coração, no desejo de nos transcendermos, na busca de felicidade, na fé que buscamos/vivemos, somos mais iguais quando nos reconhecemos filhos da mesma humanidade, habitantes da mesma terra, filhos do mesmo Deus, do mesmo Pai.

Por baixo da pele... reconheça/reconhece no outro "carne da tua/sua carne, osso dos teus/seus ossos", do mesmo pó que nos liga ao UNIVERSO inteiro, e que nos há ligar à nossa origem e ao nosso fim: DEUS.

16.11.11

Earth: Time Lapse View from Space, Fly Over

mpgpadre

       A terra vista do espaço, vídeo deslumbrante da autoria de Michael Konig.

       Diz o Diário Digital: O vídeo, descrito pela revista Scientific American como «O melhor vídeo da Terra vista do espaço de sempre», inclui imagens da aurora boreal.

       Para a captação das imagens, que decorreu entre Agosto e Outubro deste ano, foi utilizada uma câmara especial de baixa luz.

       O filme de cinco minutos, produzido pelo artista alemão Michael Konig, começa por mostrar os EUA antes de avançar para a Austrália, onde é visível a Aurora Australis no Sul (fenómeno semelhante à aurora boreal do Norte).

       Nas imagens podemos ver também luzes de relâmpagos, luzes das cidades do Homem e satélites iluminados pelo sol.

07.10.11

Steve Jobs - a morte, a maior incenç~ão da vida

mpgpadre

       Morreu Steve Jobs, fundador e cérebro da Apple, a empresa da maça, que produziu o Macintosh, o iPad, o iPhone, bem como muitas outras invenções no mundo da ciência e da tecnologia...

       Fica aqui um discurso na universidade, em 2005, um ano depois de lhe ser diagnosticado cancro do pâncreas e com a informação que era um cancro raramente curável, com três histórias da sua vida.

...foi dado para adoptar para ter formação académica... foi demitido da companhia que tinha fundado, a Apple, foi uma das lições mais importante da sua vida que o deixou devastado... mas não desistiu... foi o melhor que lhe aconteceu...  que lhe permitiu criar... e casar com a mulher actual... por vezes a vida atira-lhe pedras à cara... "não perca a fé...", desistiu do curso universitário e das aulas obrigatórias, mas não deixou de estudar, de se preparar... a única maneira de ficar satisfeito é amar... continue a procurar... não se acomode...

       ...a terceira história é sobre a morte. 

       Aos 17 anos leu uma frase: "Se viveres cada dia como se fosse o último, algum dia acertará"... todos os dias, ao longo de 33 anos, quando me levanto e olho para o espelho, pergunto-me: se hoje for o último dia de vida, vou querer fazer o que estou prestes a fazer?"... Pensar que logo morrerei é ferramenta mais importante que encontrei para me ajudar a tomar as maiores decisões na vida... porque quase tudo, as expectativas externas, o orgulho, o medo de vergonha ou fracasso, todas desaparecem frente à morte, restando apenas o que é realmente importante... tu não tens nada (e nada a perder), "não existe razão para não seguires o teu coração"...

       Quando foi informado sobre a possibilidade de morrer entre 3 a 6 meses, depois de lhe se diagnosticado o cancro, o médio disse-lhe para colocar os negócios em dia, facilitar a vida à família, o ter que se despedir... mas depois com a cirurgia foi curando... "ninguém quer morrer... nem mesmo os que querem ir para o céu querem morrer para chegar lá. A morte é o destino que todos partilhamos. Nunca ninguém escapou e é assim que deve ser. A morte é muito provavelmente a melhor invenção da vida. É algo que muda a vida. Elimina o velho para dar lugar ao novo"... hoje sois vós o novo, mas um dia não muito distante sereis o velho... "O seu tempo é limitado, portanto não o desperdice vivendo a vida de outros... não deixe a voz dos outros abafar a sua própria voz... tenham coragem de seguir o vosso coração e intuição... sejam famintos, sejam tolos!"

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Relógio

Pinheiros - Semana Santa

- 29 março / 1 de abril de 2013 -

Tabuaço - Semana Santa

- 24 a 31 de abril de 2013 -

Estrada de Jericó

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Velho - Mafalda Veiga

Festa de Santa Eufémia

Pinheiros, 16/17 de setembro de 2012

Primeira Comunhão 2013

Tabuaço, 2 de junho

Profissão de Fé 2013

Tabuaço, 19 de maio