Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

22.02.24

José Bernard - JOANA D'ARC. A virgem guerreira

mpgpadre

JOSÉ BERNARD, sj (2023). Joana d’Arc. A donzela guerreira de Orleães. Apelação: Paulus Editora, 160 páginas.

Joana d'Arc.jpg

A história de Joana d’Arc acontece numa das fases mais sombrias da existência de França, no meio de um conflito que se estendeu no tempo, a Guerra dos 100 anos. A jovem donzela vai ser decisiva na expulsão dos ingleses do solo francês. Com as “vozes” que ouve guia os franceses, o exército à vitória e faz com que o Delfim de França seja coroado como Rei. Porém, os mesmos franceses que apoiou viriam a deixá-la desprotegida, presa pelos ingleses, encarcerada e levado a julgamento, à revelia da Inquisição e, portanto, da Igreja, com o beneplácito dos ingleses.

Os testemunhos foram forjados e silenciados todos os que se opunham ao julgamento e mostravam o desagrado pela condução do julgamento. Joana foi condenada à fogueira, acusada de vestir roupas de homem, desobedecendo a uma ordem das autoridades. Inspiradas pelas vozes, por Deus, respondeu com sabedoria às questões dos especialistas, alguns da Universidade da Sorbonne. Jurou obediência ao Papa e ao Concílio reunido em Basileia. Partes das suas intervenções ou não foram registadas ou foram suprimidas. Cauchon, o Bispo que conduz o julgamento, usa todo o tipo de artimanhas, como o uso do latim, em algumas transcrições, para que Joana não percebesse o que estava a ser escrito…

Foi morta a 30 de maio de 1431. A sua reabilitação não tardaria. Foi reativada em 1452, pelo Cardeal d’Estouteville, legado do Papa Nicolau V. Alguém teria que colocar a questão. Calixto III, então Papa, incumbiu a mãe de Joana de interpor o recurso. O Processo foi solenemente inaugurado a 7 de dezembro de 1455, na catedral de Notre Dame. Foram registados 150 testemunhos, de diversas partes do mundo, principalmente em Domrémy, terra natal de Joana, e em Orleães, Paris e Rouen. O juiz e inquisidor Jean Bréhal redigiu a Recollectio do processo, a sinopse. Nove capítulos com os erros do processe e com todas os maus tratos a que sujeitaram Joana. Duzentas páginas que os legados do Papa leram. Nos portais de Rouen foi afixado o convite para que os adversários se pronunciassem. Ninguém compareceu. 7 de julho de 1456 foi o dia escolhido para o pronunciamento da sentença. Estava consumada a reabilitação. Presente na leitura da sentença o seu irmão Jean d’Arc

Em 9 de maio de 1920, aniversário da libertação de Orleães, o Papa Bento XV declarou Joana d’Arc como santa.

É com estes condimentos que o livro se torna, não apenas interessante, mas um vivo testemunho de fidelidade à verdade, de seguimento de Jesus Cristo, de pertença à Igreja, na procura de escutar a voz que vem do alto, que vem de Deus.

Sinopse do livro:

Este livro lança luz sobre a vida e a condenação de Joana D’Arc, uma figura histórica marcante do século XV. Explorando aspetos frequentemente negligenciados ou mal interpretados, o relato busca compreender a sua trajetória além dos estereótipos romantizados pela história e pelo cinema. Examina minuciosamente os eventos que levaram à sua condenação por heresia e bruxaria, destacando as motivações políticas e religiosas envolvidas. Ao afastar-se dos equívocos persistentes, oferece uma perspetiva mais precisa sobre Joana D’Arc e convida os leitores a descobrir a verdade por trás dessa figura fascinante e incompreendida da história.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Relógio

Pinheiros - Semana Santa

- 29 março / 1 de abril de 2013 -

Tabuaço - Semana Santa

- 24 a 31 de abril de 2013 -

Estrada de Jericó

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D

Velho - Mafalda Veiga

Festa de Santa Eufémia

Pinheiros, 16/17 de setembro de 2012

Primeira Comunhão 2013

Tabuaço, 2 de junho

Profissão de Fé 2013

Tabuaço, 19 de maio

Em destaque no SAPO Blogs
pub