Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

06.02.12

37. Faça das suas mãos uma casa de bênção

mpgpadre

Faça das suas mãos uma casa de bênção.
Diferentemente da maioria dos animais, as nossas mãos estão disponíveis para se mexerem, agitarem. Temo-nos de pé, com os pés, as mãos estão livres.

As mãos, para lá de todas as nossas necessidades diárias e afazeres quotidianos, servem para muitas outras coisas, servem o bem e são escravas do mal. Conforme o uso que fazemos delas.

As mãos podem servir para acusar, para apontar culpados, para denunciar, para expor, para prender/aprisionar, para violar, para agredir, para afastar, para empurrar, para separar (aqui também numa perspetiva positiva), servem para conflituar, nos gestos obscenos e nos gestos de raiva, de irritação, de ódio, as mãos servem para roubar, para matar, para esconder, servem para a guerra, servem para diabolizar. Fechadas as mãos, podem servir para isolar, para se fechar ao outro, para guardar os dons para si. Fechadas as mãos, podem erguer-se para agredir, esbofetear, para "ajudar" a agredir alguém. As mãos, quando se fecham, como que a apertar a areia, deixam de sorver/promover a vida. Mas como a areia por entre os dedos das mãos, assim a vida se perde, se as mãos se apertarem sobre si mesmas...

Claro, quando falamos das mãos, falamos da pessoa como um todo, na sua atitude, na sua forma de agir. Não é a mão que se fecha para não dar, ou que se abre para agredir, é a pessoa que se fecha ou que se disponibiliza para a partilha solidária.

Ontem, o Evangelho mostrava Jesus em casa de Pedro e de André. A sogra de Pedro estava acamada, com febre. Jesus foi até Ele, tomou-a pela mão e levantou-a...

As mãos servem para proteger, para abençoar, para suplicar, pedindo ajuda ao outro, ou rezar a Deus, as mãos servem para trabalhar, para saudar, para unir, entrelaçar, para firmar acordos de paz, para separar (nas brigas), servem para tocar, transmitindo afeição, para acarinhar, acariciar, as mãos servem para bendizer/benzer, servem para conduzir, para guiar o outro. As mãos servem para proteger, para dar/transmitir segurança - o filho agarra-se à mãe, pede colo ou pede a mão. As mãos servem para amparar - o pai ou a mãe que ora se apoiam no filho a quem de novo estendem a mão. As mãos podem dar esmola e perdão, podem abrir a casa e o coração. As mãos estendidas para o outro, acolhendo-o, protegendo-o, avisando-o, orientando-o. Ou estendidas, esperando o outro que irrompe na minha casa, na minha vida, que eu espero, que vem salvar-me.
As mãos estendidas na CRUZ, num abraço que tem o tamanho da humanidade inteira, tem o cumprimento da eternidade. As mãos que abraçam, que se enlaçam, as mãos oferecidas em sacrifício, em louvor. As mãos de Jesus Cristo, cravadas que ora deitam sangue, ora deixam passar a LUZ.

 

As mãos servem para fazer o bem. Para partir (o pão) e repartir, para partilhar, para invocar, para ungir, para agarrar, desviar, dos abismos, as mãos servem para apoiar o outro e nos apoiarmos nos outros. Servem para amparar a queda.As mãos servem para beber água e para dar água a quem tem sede. As mãos servem para "sacramentar", são instrumento de salvação, servem para transmitir, comunicar calor. As mãos servem para nos tornarmos irmãos.

 

As mãos são como a casa. A casa é o lugar onde nos sentimos nós próprios, acolhidos, amados, descontraídos, protegidos, contra as agruras do tempo e da vida, das pessoas e da natureza. A casa está sobre nós, como duas mão que se erguem para rezar, ou que se impõem sobre as nossas cabeças.
Faça com que as suas/tuas mãos sejam uma casa, que abençoem, protejam, unam, construam, firmem a paz, deem segurança, ajudem a erguer, a descansar, a curar.
Jesus tomou-a pela mão (a sogra de Simão Pedro), levantou-a, e ela sentindo as forças a voltar, começou a servi-los. As mãos sejam para servir, para geraram laços de ternura e de vida.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Relógio

Pinheiros - Semana Santa

- 29 março / 1 de abril de 2013 -

Tabuaço - Semana Santa

- 24 a 31 de abril de 2013 -

Estrada de Jericó

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D

Velho - Mafalda Veiga

Festa de Santa Eufémia

Pinheiros, 16/17 de setembro de 2012

Primeira Comunhão 2013

Tabuaço, 2 de junho

Profissão de Fé 2013

Tabuaço, 19 de maio

Em destaque no SAPO Blogs
pub