Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

06.12.11

Livros: INVENCÍVEL, de Laura Hillenbrand

mpgpadre

       "Maio de 1943: um bombardeiro americano despenha-se, deixando atrás de si apenas destroços, manchas de óleo e sangue. Pouco depois um jovem tenente iça-se para uma balsa salva vidas. Começa aí uma das mais extraordinárias odisseias da II Guerra Mundial. O tenente Louie Zamperini, em criança, tinha sido um delinquente, mas foi salvo pela paixão pela corrida. Chegou a correr nas Olimpíadas de Berlim - onde Hitler lhe apertou a mão. Mal sabia que, por causa do ditador nazi, viria a sofrer o acidente que o deixou perdido no Pacífico. Vagueou 7 semanas na balsa salva vidas, percorreu 3.500 quilómetros num oceano infestado de tubarões. Resistiu a tudo, com engenho, tenacidade, humor. Mas o pior estava para vir. Finalmente em terra, caiu nas mãos dos japoneses e tornou-se a presa favorita de um sádico oficial nipónico (conhecido como Pássaro). Zamperini tem hoje 93 anos. É um herói. Sobreviveu à guerra, à monstruosidade dos homens. E sobreviveu a si mesmo, aos seus fantasmas, ao desejo insano de vingança, ao alcoolismo, a uma vida destroçada pela memória do Horror".

       A autora, Laura Hillenbrand é considerada uma das mais talentosas autoras de não ficção norte-americana. Outro livro que fez história foi "Seabiscuit - Alma de Herói", sobre um cavalo, que deu origem a um filme inesquecível.

       Neste livro, que agora sugerimos, a autora pesquisou a história durante 7 anos, recolhendo testemunhos, fazendo entrevistas, ouvindo gravações... conta a História de Louie Zamperini, mas com ele outras histórias, outros heróis, a família, os colegas de destino, os náufragos - três, com ele, mas só dois sobreviriam 47 dias no mar revolta, sujeito a ataques do inimigo, aos tubarões, à fome, à sede, ao frio, aos ferimentos causados pela queda do avião; como prisioneiros, em vários campos, onde foram escravizados, humilhados, cuja dignidade humana não foi minimamente respeitada.

       É uma história incrível de luta, de sobrevivência, como se anuncia na capa do livro, de redenção e de resistência (extrema). Um homem levado ao limite do humanmente suportável. Não quebra, mas está no limite.

       Depois da libertação, a guerra continuou entranhada nos ex-prisioneiros, por muitos anos, em pesadelos, em vidas que nunca mais se organizaram. Também Louie enfrenta os pesadelos do passado, casa, entra em negócios ruinosos, bebe desenfreadamente, e há-de ser na religião que encontra um sentido definitivo para viver, perdoar, recomeçar.

       Para quem gosta de ler, para quem aprecia romances (embora não seja romance), para quem devora biografias, para aficionados da história, esta é uma história admirável, lê-se com agrado, as muitas páginas não assustam, basta começar, não se quer parar. Fica-se preso à história, até ao fim.

       No YOUTUBE, na página da DOM QUIXOTE pode encontrar vídeos sobre Loiue Zamperini: AQUI.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Relógio

Pinheiros - Semana Santa

- 29 março / 1 de abril de 2013 -

Tabuaço - Semana Santa

- 24 a 31 de abril de 2013 -

Estrada de Jericó

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Velho - Mafalda Veiga

Festa de Santa Eufémia

Pinheiros, 16/17 de setembro de 2012

Primeira Comunhão 2013

Tabuaço, 2 de junho

Profissão de Fé 2013

Tabuaço, 19 de maio