Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

29.11.12

Leituras: A FIRMA

mpgpadre

(protagonistas do filme)

 

(10 anos depois :: protagonistas da série de televisão)

 

       Mais uma leitura envolvente, do início ao fim. Esta obra - "A Firma" - foi adaptado em filme e mais recentemente deu origem a uma série acalamada pela crítica. Ainda assim, e para aqueles que tenham tido a oportunidade de ver o filme e acompanhar a série, este romance merece ser lido, pois vai muito além dos argumentos. Quer o filme quer a série de televisão têm um guião extraordinário. O filme mais próximo do livro, a série avançando no tempo, com uma imagem mais atual, é de suster a respiração. Os acontecimentos multiplicam-se com rapidez.

       Para quem não tem tanto tempo ou não gosta de ler recomendaríamos a série e o filme com o mesmo título. Para quem gosta de ler, tenha mais tempo, ou menos disponibilidade, vale a pena deter-se nas páginas deste thriller emocionante, no enredo, nas descrições, no móbil da história, na multiplicidade de tramas que se cruzam ao longo da história.

       Um jovem advogado, ambicioso, é recrutado por uma FIRMA de advogados. Passa a ganhar imenso, uma fortuna. Trabalha as estopias, mas é recompensado com um elevadíssimo ordenado, condições favoráveis para aquisição da casa, um carro topo-de-gama, dinheiro qb, férias em cenários paradisíacos. À medida quese entranha na firma, melhores serão as condições. Têm uma secretária, poderá ter mais a trabalhar para ele. Muitos processos ligados aos impostos, e à fuga aos impostos. Grandes empresas.

       A Firma controla a vida dos advogados que entram. Nenhum poderá abandonar a firma, pelo menos com vida. Há muitos segredos. O brilhante advogado - Mitchell McDeere - é seguido. Há microfones no gabinete, em casa, no carro. Querem que os advogados tenham uma família estável, e que tenham filhos, para ficarem ainda mais presos.

       Entretanto, poucos dias depois de aceitar a proposta de emprego, dois advogados da firma, quase a tornarem-se sócios são misteriosamente mortos, enquanto se encontram em férias nas ilhas Caimão. Um agente do FBI aproxima-se de McDeere e lança as suspeitas sobre as mortes, sobre os negócios, sobre a ligação da Firma à família mafiosa dos Moroltos. Vai ter que decidir, manter-se na Firma posteriormente ser indiciado por associação criminosa, lavagem de dinheiro, e outros crimes, ou entregar documentos que possibilitem uma mandato de busca nas instalações da firma, e revelações para prender os implicados, sócios, advogados, família Morolto. Enquanto decide, começa a recolha de documentos. Será que vale a pena entregar a Firma, e os implicados, para viver uma vida em fuga, às escondidas, correndo o risco de a qualquer momento ser descoberto? E se alguém o reconhece, e à mulher, e ao irmão, que entretanto é solto como condição para colaborar com o FBI?

       E mais não adiantamos. Para quem gosta de ler e tem possibilidade, será uma leitura emocionante do princípio ao fim. Bem escrito. Bem entrelaçado, provocando vontade de avançar rapidamente para saber o(s) desfecho(s)...

 

 JOHN CRISHAM, A Firma. Bertrand Editora. Lisboa 2012

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Relógio

Pinheiros - Semana Santa

- 29 março / 1 de abril de 2013 -

Tabuaço - Semana Santa

- 24 a 31 de abril de 2013 -

Estrada de Jericó

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Velho - Mafalda Veiga

Festa de Santa Eufémia

Pinheiros, 16/17 de setembro de 2012

Primeira Comunhão 2013

Tabuaço, 2 de junho

Profissão de Fé 2013

Tabuaço, 19 de maio