Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

Escolhas & Percursos

...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...

22.04.10

Alguém está a ver...

mpgpadre

       Certa vez um homem resolveu invadir os campos de um vizinho para roubar um pouco de trigo. "Se eu tirar um pouco de cada campo, ninguém irá perceber", pensou. "Mas reunirei uma bela pilha de trigo”. Então ele esperou pela noite mais negra, quando grossas nuvens cobriam a lua, e saiu às escondidas de casa, levando consigo sua filha mais nova. - Filha - ele sussurrou -, fique de guarda para o caso de alguém aparecer. O homem entrou silenciosamente no primeiro campo e começou a colheita. Logo depois, a criança gritou: - Papai, alguém está vendo você! O homem olhou em volta, sem ver ninguém; juntou então o trigo roubado e seguiu adiante para o segundo campo. - Papai, alguém está vendo você! - gritou a criança de novo. O homem parou e olhou em volta, mas não viu qualquer pessoa, por isso amarrou o trigo roubado e esgueirou-se para o último campo. - Papai, alguém está vendo você! - a criança gritou novamente. O homem parou a colheita, olhou para todos os lados e, mais uma vez, não viu pessoa alguma. - Por que você fica dizendo que alguém está me vendo? - perguntou zangado. Eu já olhei para todos os lados e não vejo ninguém. - Papai - murmurou a criança -, alguém está vendo você lá de cima "A fé nos revela que nenhuma ação passa despercebida. Acreditando nisso, agimos melhor."

 

Texto : William J. Bennett – “Virtudes para Crianças”, in Nova Civilização.

21.04.10

As minhas filosofias preferidas!

mpgpadre

       Mais um diaporama interessantíssimo, que nos interpela sobre a postura a asumir diante das dificuldades da vida. Esta podem ser um obstáculo fatalista, ou uma oportunidade de ir mais alto e mais longe na busca da felicidade, escolhendo o perdão, a compreensão, a bondade dos outros, a alegria que nos rodeia, a esperança com que devemos inundar a nossa vida.

       Ouça, veja, relaxe, reflicta:

21.04.10

Jesus, Tu és diferente!!!

mpgpadre

Tu ficaste ao lado da mulher adúltera,

quando todos se afastavam dela.

Tu entraste na casa do publicano,

quando todos se revoltavam contra ele.

Tu chamaste as crianças para junto de Ti,

quando todos queriam mandá-las embora.

Tu perdoaste a Pedro,

quando ele próprio se condenava.

Tu elogiaste a viúva pobre,

quando todos a ignoravam.

Tu resististe ao diabo,

quando todos teriam sucumbido à sua tentação.

Tu prometeste o paraíso ao malfeitor,

quando todos desejavam-lhe o inferno.

Tu chamaste Paulo para Te seguir,

quando todos temiam-no como perseguidor.

Tu fugiste do sucesso,

quando todos queriam fazer-te rei.

Tu amaste os pobres,

quando todos buscavam riquezas.

Tu curaste enfermos,

quando foram abandonados pelos outros.

Tu calaste,

quando todos Te acusavam, batiam em Ti e zombavam de Ti.

Tu morreste na cruz,

quando todos festejavam a páscoa.

Tu assumiste a culpa,

quando todos lavavam suas mãos na inocência.

Tu ressuscitaste da morte,

quando todos pensavam que estavas derrotado.

Jesus, eu te agradeço porque Tu és único!

 

autor desconhecido, postado a partir do nosso Caritas in Veritate.

21.04.10

Eu só queria a minha Mãe

mpgpadre

Certa noite eu quis falar com Jesus, mas Ele me disse:

"Agora estou muito ocupado.

 

"É urgente!", eu disse, "trata-se de minha mãe!"

"Calma ...agora não posso", respondeu Ele suavemente.

 

Entre chocado e desapontado eu bradei

"Está bem! Com quem posso falar então?!?"

 

"Comigo, mas não agora que estou tão ocupado".

Eu, doente e febril, tive que me conformar

e aguardar o momento "certo" para falar com Ele.

 

Sozinho, naquela cidade estranha, tudo que eu queria era o abraço de

minha mãe, naquele momento tão distante de mim.

 

A febre deve ter se elevado tanto, que adormeci.

Tive sonhos confusos e agitados, onde eu me via

sendo envolvido pelos braços amorosos de minha mãe.

 

Quando acordei, ensopado de suor, eu me sentia maravilhosamente bem.

Tinha desaparecido a febre e toda aquela sensação de abandono.

 

Lembrei-me que havia chamado por Jesus, mas não sabia exactamente se

fora um delírio ou se Ele falara comigo realmente.

 

Arrisquei, sentindo-me patético, a chamá-Lo de novo:

"Senhor! Agora é possível só responder-me a uma pergunta?"

 

Para minha surpresa, eu ouvi:

"Sim. O que você quer ?"

 

"Era só para saber se realmente falei com o Senhor.

Agora não quero mais nada. Já estou bem.

Quando O chamei, eu ia pedir-Lhe que me trouxesse minha mãe,

mas o Senhor estava muito ocupado para atender ao meu chamado.

Sonhei com ela e isso foi o bastante para curar-me."

 

"Sim, eu estava muito ocupado,

atendendo alguém que tinha mais urgência do que você

Eu estava escutando sua Mãe que me pedia para levá-la até aí."

Silvia Schmidt, postado a partir do nosso Caritas in Veritate.

21.04.10

A lenda do Arco-íris

mpgpadre

       Em tempos remotos os ciganos foram perseguidos e massacrados em todo o mundo.

       O seu desespero era grande, pois eles odiavam guerras, e em vez de armas preferiam transportar os seus violinos, dançar e cantar alegres canções. Era enorme o seu desejo de liberdade, por isso os ciganos eram nómadas.

       Cansada de fugir e chorar as perdas de parentes e amigos, uma bela cigana, grávida, ao ver o arco-íris, invocou-o, pedindo salvação para o seu povo. Fê-lo com toda a devoção e fervor, pensando no filho que carregava no ventre, e que, em breve, iria nascer no meio de toda aquela violência e miséria.

       A mulher, ajoelhada e chorando copiosamente, esperava uma resposta do arco-íris, quando se apercebeu que as cores que ela fitava começavam a brilhar com mais intensidade, alternando-se rapidamente.

       Limpou as lágrimas, pensando estar a imaginar fantasias; mas, mais serena, verificou que não era fantasia, as cores estavam mesmo a alternar-se, como se fossem pequenos sinos emitindo sons divinos.

       Sentiu dentro de si uma enorme paz; segurou com as mãos o ventre que guardava o filho, e rogou ao arco-íris que acabasse com a situação do seu povo.

       De súbito ouviu uma voz emanando das cores do arco-íris dizendo-lhe para ter calma, e garantindo-lhe que não perderia o filho que ela guardava no seu ventre como um tesouro. A voz acrescentou:

       “Essa criança fará com que as minhas cores ganhem vida nas suas mãos e receberá, para si e todas as gerações vindouras, muitas moedas de ouro, pois vou lhe oferecer o pote encantado que trago comigo, assim como toda a sua magia.

       Com o verde ele levará a esperança e a fartura; com o vermelho, a vida, o entusiasmo e o vigor; com o amarelo, a realeza e a riqueza; com o azul, a serenidade e a intuição; com o laranja, a energia, a vitalidade e a emotividade; com o violeta levará a transmutação e a perseverança; com o rosa o amor, a beleza, a moralidade e a música”.

 

       A lenda cigana espalhou-se pelo mundo, levada pelo encanto das roupas coloridas desse povo, pela magia das suas danças, pela sua atracção pelo ouro e pela crença de que existe um pote de ouro inesgotável para além do arco-íris. 

       O arco-íris foi sempre símbolo de uma nova esperança, já que ele se projecta no céu logo após uma tempestade.

 

autor desconhecido, postado a partir do nosso Caritas in Veritate.

20.04.10

Um pedaço de Madeira que nos salva

mpgpadre

       Era uma vez um homem que em casa tinha pendurado em lugar de honra um estranho objecto. Era um pedaço de madeira, já velha, sem beleza. Um dia, o neto perguntou-lhe:

 

       - O que é qe isso que tem pendurado na parede?

       O avô explicou-lhe:

       - "O meu avô, uma vez, acompanhou-me ao parque. Era uma manhã fria de inverno. Ele, apesar de doente do coração, seguia-me e sorria. Eu quis caminhar sobre o gelo do lago e patinar.

       O meu avô estava preocupado, olhou-me e disse-me:

       - Tem cuidado!

       Porém, quando me avisou, já era demasiado tarde. A camada de gelo quebrou-se e eu caí na água. Gritei. E ele imediatamente pegou num pau que tinha à mão e estendeu-mo para eu me agarrar a ele. Puxou-me com todas as forças e salvou-me.

       Eu chorava e tremia de frio. Fez-me tomar um banho de água quente, mandou que me fosse deitar. Contudo, o acontecido tinha sido demasiado emocionante para o seu coração. Um violento ataque cardíaco, nessa noite, tirou-lhe a vida.

       A minha dor foi muito grande. Corri para o lago do parque e consegui recuperar esse pau que me salvou a vida.

       É esse pedaço de madeira que está pendurado na parede, a recordar todos os dias que o meu avô deu a vida por mim".

 

in Juvenil, n.º 536. Abril de 2010.

20.04.10

Desatar as amarras para a outra margem...

mpgpadre

      Era uma vez dois amigos que não resistiram ao convite de participar numa festa numa aldeia vizinha. Para tal tinham de atravessar um rio. A largura era curta e mansas as águas.

       Tomaram um barco e lá seguiram para a outra margem. A festa estava animada e os dois amigos lá foram, facando no final demasiado alegres e divertidos. É que o vinho era do melhor.

       Quando acharam que eram horas de regressar, tanto um como o outro tinham dificuldades em se orientar. Mesmo embriegados como estavam lá conseguiram chegar ao barco para a viagem de regresso. Foi só pegar nos remos e fazer-se ao largo para regressarem a casa. Rema que rema, aquela travessia parecia não ter fim. Às tantas diz um para o outro:

       - Não te parece que era já tempo de termos chegado à outra margem?

       O outro companheiro disse que sim. Mas a verdade é que da outra margem nem sinais, por mais que remassem. Até, quando chegou a manhã, viram com espanto que se encontravam ainda no ponto de partida.

Tinham-se esquecido de desamarrar a corda que prendia o barco ao cais.

in Juvenil, n.º 536. Abril de 2010.

17.04.10

Carta de Deus

mpgpadre

Tu és um ser humano, és o Meu milagre.

E és forte, capaz, inteligente, e cheio de dons e talentos.

Conta teus dons e talentos. Entusiasma-te com eles.

Reconhece-te. Aceita-te. Anima-te.

E pensa que desde este momento podes mudar tua vida para o bem,

se assim te propões e se te enches de entusiasmo.

Tu és minha criação maior. És meu milagre.

Não temas começar uma nova vida. Não te lamentes nunca. Não te queixes.

Não te atormentes. Não te deprimas. Como podes temer se és meu milagre ?

Estás dotado de poderes desconhecidos para outras criaturas do Universo.

És ÚNICO.

Ninguém é igual a ti. Só em ti está aceitar o caminho da felicidade e enfrentá-lo seguindo sempre adiante. Até o fim.

Simplesmente porque és livre.

Em ti está o poder de não amarrar-te às coisas. As coisas não fazem a felicidade.

Te fiz perfeito para que aproveitasses tua capacidade, e não para que te destruísses com teus enganos mundanos.

Te dei o poder de PENSAR.

Te dei o poder de AMAR.

Te dei o poder de IMAGINAR.

Te dei o poder de CRIAR.

Te dei o poder de PLANEAR.

Te dei o poder de REZAR.

E te situei o poder dos anjos quando te dei o poder da escolha.

Te dei o domínio de escolher o teu próprio destino usando tua vontade.

O que tens feito destas tremendas forças que te dei? Não importa!

De hoje em diante esqueça o teu passado, usando sabiamente este poder de escolha.

Opta por SORRIR em lugar de chorar.

Opta por CRIAR em lugar de destruir.

Opta por DOAR em lugar de roubar.

Opta por ATUAR em lugar de adiar.

Opta por CRESCER em lugar de consumir-te.

Opta por BENDIZER em lugar de blasfemar.

Opta por VIVER em lugar de morrer.

E aprende a sentir a Minha presença em cada ato de sua vida.

Cresça a cada dia um pouco mais no otimismo e na esperança!

Deixa para trás os medos e os sentimentos de derrota. Eu estou ao teu lado. Sempre.

Chama-me. Busca-me. Lembra-te de mim.

Vivo em ti desde sempre e sempre te estou esperando para amar-te.

Se hás de vir até Mim algum dia.. que seja hoje, neste momento!

Cada instante que vivas sem Mim, é um instante infinito que perdes de Paz.

Procura tornar-te criança... simples, generoso doador, com capacidade de

extasiar-te e capacidade para comover-te ante à maravilha de sentir-te humano.

Porque podes conhecer Meu amor, podes sentir uma lágrima, podesc ompreender uma dor.

Não te esqueças de que és Meu milagre.

Que te quero feliz, com misericórdia, com piedade, para que este mundo em que transitas possa acostumar-se a sorrir, sempre que tu aprendas a sorrir.

E se és Meu milagre, então usa os teus dons e muda o teu meio ambiente,

contagiando esperança e otimismo sem temor porque...

EU ESTOU AO TEU LADO !

 

DEUS.

 

Postado a partir do nosso blogue: Caritas in Veritate.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Relógio

Pinheiros - Semana Santa

- 29 março / 1 de abril de 2013 -

Tabuaço - Semana Santa

- 24 a 31 de abril de 2013 -

Estrada de Jericó

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Velho - Mafalda Veiga

Festa de Santa Eufémia

Pinheiros, 16/17 de setembro de 2012

Primeira Comunhão 2013

Tabuaço, 2 de junho

Profissão de Fé 2013

Tabuaço, 19 de maio