...espaço de discussão, de formação, de cultura, de curiosidades, de interacção. Poderemos estar mais próximos. Deus seja a nossa Esperança e a nossa Alegria...
20
Ago 16
publicado por mpgpadre, às 15:00link do post | comentar |  O que é?

1 – Jesus coloca-nos em movimento, por aldeias e cidades, para chegar o mais longe possível e ao maior número de pessoas. Os encontros e as palavras, os gestos e os prodígios de Jesus transparecem a Misericórdia do Pai e o propósito de escancarar as portas do Reino de Deus, convidando todos para o banquete divino. Jesus revela-nos a filiação divina, assumindo-nos como irmãos.

Alguém O questiona: «Senhor, são poucos os que se salvam?».

Há duas semanas, depois de Jesus ter contado a parábola sobre a vigilância dos servos na ausência do seu senhor, Pedro pergunta-Lhe se as recomendações também lhes diziam respeito. A resposta de Jesus é concludente: «A quem muito foi dado, muito será exigido; a quem muito foi confiado, mais se lhe pedirá» (Lc 12, 32-48).

Quando Jesus fala é para nós que fala. Para mim e para ti. Ele chama-nos, desafia-nos. Cabe-nos, a mim e a ti, responder. Seguimo-l'O? Aceitamos as Suas propostas? Procuraremos realizar o Seu mandato de amor, de perdão e de vida nova?

Resposta clara: «Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, porque Eu vos digo que muitos tentarão entrar sem o conseguir».

Porta do Casamento.jpg

2 – «Nem todo o que me diz: ‘Senhor, Senhor’ entrará no Reino do Céu, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está no Céu» (Mt 7, 21). Os propósitos são importantes. As promessas, a palavra dada, as intenções. Se ficarmos apenas nas intenções…

Lembremo-nos das palavras de São Tiago: «Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me então a tua fé sem obras, que eu, pelas minhas obras, te mostrarei a minha fé... a fé: se ela não tiver obras, está completamente morta» (Tg 2, 13.17.18).

Não basta conhecer Jesus. O demónio também O conhece e nem por isso é Seu discípulo. Não basta termos o nome de cristãos. É necessário que a nossa vida assuma os critérios do Evangelho. Docilidade, caridade, serviço, pobreza, perdão, partilha, comunhão.

O convite é para todos. Mas podemos ser excluídos. Por que Deus nos exclui? Nem pensar! Deus inclui-nos a todos. Porém, podemos recusar a Sua vida e a Sua vontade para nós.

Jesus bate à nossa porta - pintado por Santa Tere

3 – Acolhemo-l'O sempre que acolhemos, amamos e servimos os outros. Ele deixa-Se ver, amar, deixa-Se seguir, prender, agredir, deixa-Se matar. Confunde-Se connosco. Mistura-se no meio de nós. É um de nós. É Um connosco.

 

A tia Maria rezava muito a Jesus. Conhecemos a estória. Certa vez, através de um Anjo, Jesus disse-lhe que viria visitá-la no dia seguinte. Atarefou-se, limpou toda a casa. Deixou cada divisão um brinquinho. Pôs os melhores tapetes, colocou as novas cortinas. Preparou uma refeição requintada: aperitivos, o melhor prato que sabia fazer, variadas sobremesas, e o melhor conjunto de pratos, talheres e copos. Vestiu a melhor roupa. Uma flor no cabelo. O perfume para os dias de festa. Bateram à porta. Com o coração a saltar do corpo, foi abrir. Era um pobre pedinte, que passava de vez em quando. Entre. Como tem passado? Já não o via há algum tempo… Sente-se, tenho a mesa posta, estou à espera de Jesus. Coma do que quiser, chega para todos… Veio, depois, a vizinha. Que quererá desta vez? Pobre mulher, tão nova e com tantas dificuldades. Vem desabafar as mágoas. Sente-se aqui, a mesa está posta, comemos qualquer coisa enquanto falamos. Hoje fiz um banquete, Jesus vem visitar-me! O dia vai avançando e mais alguém bate à porta, não bate, entra esbaforido. É o Chico. Quer brincar, mas os meus filhos ainda não chegaram da escola. Entra, antes de brincarmos, vamos lanchar. Tenho várias sobremesas que vais gostar! Provou de tudo. E finalmente, as brincadeiras, até que os pais o vieram buscar. A Tia Maria tinha agora algum tempo para descansar. Adormeceu no sofá. Quando acordou viu um bilhete perfumado, escrito em letras douradas: “Obrigado, Maria, por Me acolheres, Me dares de comida, por Me escutares e por brincares comigo. Gostei muito deste dia contigo. Obrigado. Bons sonhos. O teu amigo, Jesus”.


Textos para a Eucaristia (C): Is 66, 18-21; Sl 116 (117); Hebr 12, 5-7. 11-13; Lc 13, 22-30.

 

REFLEXÃO DOMINICAL COMPLETA na página da Paróquia de Tabuaço

e no nosso outro blogue CARITAS IN VERITATE


mais sobre mim
Relógio
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

15
17
19

22
24
26

31


Visitantes
comentários recentes
O mundo atual precisa do testemunho cristão. Livro...
Saudações fraternas. Claro que sim. Ao longo da Su...
Caríssimo, no texto que comento, anuncia a experiê...
Sofres do síndrome de última bolacha do pacote
Quero agradecer por essa linda história e texto po...
Gostei da trilogia.http://numadeletra.com/1q84-liv...
Olá!Caí neste comentário acerca deste último livro...
http://numadeletra.com/41791.html
também gostaria de o conhecer pessoalmente acho in...
Bom dia. Alguns elementos para o ofertório estão v...
Bom dia. Sou catequista na minha paróquia e estamo...
Mais uma vez, muitos parabéns por nos dar este bel...
Eu já sabia que não devemos menosprezar nunca o po...
Bom dia. Eu é que agradeço, pela presença, pelo in...
Bom dia Padre Manuel! É sempre com muito agrado qu...
arquivos
Pinheiros - Semana Santa
- 29 março / 1 de abril de 2013 -
Tabuaço - Semana Santa
- 24 a 31 de abril de 2013 -
Estrada de Jericó
pesquisar neste blog
 
Velho - Mafalda Veiga
Festa de Santa Eufémia
Pinheiros, 16/17 de setembro de 2012
Primeira Comunhão 2013
Tabuaço, 2 de junho
Papa Bento XVI
Profissão de Fé 2013
Tabuaço, 19 de maio
blogs SAPO